(Direto) Taça das Confederações 2017 - Portugal vs Chile



Portugal e Chile disputam hoje a passagem à final, num jogo que se prevê de grande qualidade. Se por um lado temos o Campeão Europeu, que alterna entre momentos de boa posse de bola e letal no momento em que cria as situações ofensivas e consegue finalizá-las. Ronaldo e Bernardo Silva têm estado em grande plano, carregando a equipa às costas. Se o primeiro tem feito aquilo que o notabiliza, conseguindo ajudar a equipa com golos, o outro tem carregado o piano às costas e acrescentado a qualidade com bola que Portugal estava a necessitar. A grande dúvida será perceber se as alterações forçadas na defesa não irão condicionar o jogo da equipa portuguesa, tendo em Pepe a grande baixa. Do Chile poderemos esperar o típico jogo de uma equipa sul-americana com um jogo bastante intenso e os seus jogadores a entregarem-se de corpo e alma ao terreno de jogo. Certamente irão colocar bastante pressão sobre os adversários e disputarão cada bola como se fosse a última, numa esperança alta de conseguir o acesso à final que lhes é tão desejada. Irão ter em Vidal o elemento chave para o sucesso da sua equipa e Alexis Sanchez terá de acrescentar algo mais, de forma a conseguir incomodar a defesa do Campeão Europeu.



11 Oficial: Rui Patrício, Cédric Soares, José Fonte, Bruno Alves, Eliseu, Danilo, Adrien, Bernardo Silva, André Gomes, Ronaldo e André Silva.



11 oficial: Cláudio Bravo, Isla, Medel, Jara, Beausejour, Vidal, Aránguiz, Pablo Hernandez, Marcelo Diaz, Vargas e Alexis Sanchez.




Resumo FA: 
- Primeiros minutos de jogo com o jogo a ser jogado a bom ritmo.
- O Campeão Europeu a apresentar-se em 1-4-4-2 clássico com Bernardo Silva a dar bastante largura sobre a direita e a assumir o jogo a partir daí. O Chile apresenta-se num sistema tático em 1-4-2-3-1 com Vargas bastante solto na frente e Vidal a assumir a batuta do jogo, com todo o jogo a passar por si.
- Nos primeiros 10m o jogo a ser bem disputado e aberto nos dois lados. Oportunidades para o Chile quando Vargas rasga entre os centrais e aparece em fora-de-jogo na cara de Rui Patrício que saiu rapidamente a fazer a mancha e a cortar o lance. Para Portugal, fica um extraordinário passe de Ronaldo para André Silva, que sozinho e na cara do guarda-redes a conseguir chutar contra Bravo.
- O jogo acalmou entre os 10 e os 25m com as duas equipas a conseguirem equilibrar-se e a deixar pouco espaço para que fossem criadas oportunidades.
- Numa das muitas situações assim criadas ou tentadas, um livre rapidamente marcado e Isla a projectar-se bem no ataque, explorando o espaço deixado no lado direito, com um bom cruzamento que Aranguiz aproveita, mas a bola a sair ao lado. Os laterais chilenos estão a conseguir-se incorporar bastante bem no ataque, criando constantes desequilíbrios através de uma basculação rápida em que atraem os adversários a um lado para rapidamente fazer um passe para o lateral solto sobre o outro lado e assim criar bastante perigo para Portugal.
- A equipa Chilena a ser bastante mais activa na transição defensiva, com uma procura intensa pela recuperação de bola perto da perda e a conseguirem colocar bastante músculo e agressividade (boa) na procura pela disputa.
- Portugal apesar de ir equilibrando a partida com o Chile, com um jogo bastante fechado entre as duas (e daí se aceitar o resultado 0-0 ao intervalo), consegue criar mais perigo no último terço fruto da sua maior qualidade individual, com Bernardo Silva e Ronaldo a criarem bastante perigo no último terço. com vários cruzamentos de perigo que André Silva e Cª não estão a conseguir aproveitar.
- Resultado que se ajusta até ao momento.
Ao Intervalo: 0-0

- Tudo igual no início da segunda parte, nenhuma mudança nas duas equipas.
- Portugal numa das primeiras vezes em que consegue algum jogo interior no último terço, com um bom passe vertical a entrar em André Silva, que sozinho roda e chuta frouxo para fora. Uma das principais lacunas neste Campeão até ao momento na competição, passa pelo pouco jogo interior no último terço, algo que devidamente corrigido poderia melhorar e muito o estilo de jogo português. Certo é que existiriam condições para isso com Adrien a ter qualidade para isso, já para não falar dos dois avançados que estão mais que habituados a jogar assim.
- Mais uma situação em que o lateral esquerdo chileno consegue chegar com bastante facilidade ao ataque e com um cruzamento mortífero, a colocar a bola para a entrada de Arturo Vidal pela frente de Eliseu, mas a cabecear para bastante longe.
- Que jeito daria a Portugal um box-to-box como Arturo Vidal não?
- Pontapé-de-Canto para o Chile e Portugal a assumir marcação mista que tantos calafrios tem trazido e mais um, nesta situação. A bola é batida para a área e sobra para Vargas que num remate à meia volta, permite uma grande defesa de Rui Patrício para canto.
- Numa das situações em que o Campeão Europeu mais se destaca, ganham a bola no seu meio-campo através de uma boa recuperação de André Gomes que solta bem e a bola a ser servida para Ronaldo, que desfere um bom remate mas a embater numa boa defesa de Bravo.
- Chegada aos 60m com o jogo a começar a partir, fruto de algum cansaço na transição defensiva e a permitir mais espaços para rápidos contra-ataques. A marcar a passagem do minuto sessenta, grande remate de Arturo Vidal numa transição rápida, mas a bola a ser controlada com o olhar por Rui Patrício.
- Boa recuperação de André Gomes e a lançar muito bem uma transição rápida (mais uma) que acaba com um bom remate de Ronaldo, a desviar em Jara e quase a entrar na baliza chilena.
- Nani a substituir André Silva aos 79m. Primeira substituição no jogo entre as duas equipas! Mantém-se tudo igual no sistema táctico de Portugal, sendo que André Gomes aparece agora mais próximo do apoio a Ronaldo e a ajudar a pressionar a defesa chilena pelo meio.
- Segunda alteração no jogo sem que antes tenham existido mais oportunidades ou desenvolvimentos. Saída de Bernardo Silva e entrada de Ricardo Quaresma. Será que iremos ter um momento de desequilíbrio por parte do "Ciganito"?
- Bom cruzamento de Cédric mas Ronaldo a cabecear bastante perto da baliza de Bravo, ainda que não tenha levado perigo. Bastante sozinho no meio de toda a defesa chilena.
- Resultado no final do tempo regulamentar: 0-0

- Início do Prolongamento.
- Dentro dos possíveis, a equipa Chilena a conseguir manter a pressão sobre o portador da bola no seu meio-campo defensivo.
- GRANDE OPORTUNIDADE, com um cruzamento de Isla (mais uma vez) para um cabeceamento de Alexis Sanchez a passar bastante próximo, diria por muito pouco, a bola a não entrar!
- Aos 101m, última substituição para Portugal. Entrada de Moutinho para o lugar do já desgastado Adrien!
- Jogo morno no final da primeira parte do prolongamento. Portugal a aparecer mais frequentemente no meio campo ofensivo, mas a solução passa sempre pelo cruzamento para um MUITO desapoiado Cristiano Ronaldo. Sem perigo apesar da insistência.
- Tudo muito lento e o jogo a caminhar para as grandes penalidades.
- Substituição no Chile com a saída de Hernandez e a entrada de Silva ao minuto 112.
- Falta de recurso a matar o contra-ataque da equipa chilena. Cartão amarelo para Cédric Soares!
- Novidade da 4ª substituição durante o período de prolongamento. Gélson a entrar ao minuto 116 para o lugar de André Gomes.
- 119m e Portugal com a ajuda dos Deuses. No primeiro momento grande remate de Vidal no poste e na recarga, bola na trave. QUE SORTE!
- FINAL DO PROLONGAMENTO: 0-0
- VAMOS ÀS GRANDES PENALIDADES. Inicia o Chile!!
- Grande Penalidade para Arturo Vidal. MARCA!
Grande Penalidade para Ricardo Quaresma. DEFESA DE BRAVO!
Grande Penalidade para Aránguiz. MARCA!
Grande Penalidade para João Moutinho. DEFESA DE BRAVO!
Grande Penalidade para Alexis Sanchez. MARCA!
Grande Penalidade para Nani. DEFESA DE BRAVO!

VITÓRIA DO CHILE (0-3) G.P.

Ricardo Carvalho


Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.