Ode ao Treinador de Guarda-Redes

09:18

Após mais um fim-de-semana de grande partilha de conhecimento e de evolução pessoal e profissional no 4º Congresso Internacional de Treino de Guarda-Redes, no Porto, chego à conclusão que o Treinador de Guarda-Redes (TGR) é especial. Sinto necessidade de elogiar todas as pessoas com quem tenho tido a oportunidade de privar, quer seja a um nível mais pessoal, quer seja em formações. Todos me fizeram crescer e evoluir.
Posso com este texto ser visto como uma pessoa demasiado positivista e, se calhar, até iludida, mas acho importante tentar descrever o que se passa na relação entre Treinadores de Guarda-Redes e no Treino Específico de Guarda-Redes. De todas as pessoas que conheci até hoje, ligadas ao Treino de Guarda-Redes (na maior parte dos casos Treinadores de Guarda-Redes), há características transversais a todos.
Desde já a abertura para partilhar experiências e conhecimento, o que por si só pode parecer algo simples, mas denota domínio do saber, experiência prática e o não ter medo de exposição das suas ideias e metodologias. A reflexão do treino, das metodologias e o espírito crítico sempre com um cariz positivo e construtivo. A capacidade de adaptação à mudança, tanto na evolução constante da posição e das demandas do jogo como aos próprios contextos (quer seja de clube ou nível competitivo). A vontade de melhorar a cada dia no procurar querer saber e adquirir mais conhecimento relativo ao Guarda-Redes e ao seu Treino.


A questão essencial deste texto vai ao encontro do porquê de ser assim. Pode haver várias explicações, mas, na minha opinião, acho que as que fazem mais sentido podem associar-se à envolvência em torno da posição. A primeira razão tem a ver com o número de Treinadores de Guarda-Redes que existem. Isto influencia um maior fomento da partilha porque existem menos TGR’s do que Treinadores Principais, por exemplo. A segunda razão vai ao encontro da necessidade de ajudar o próximo porque a posição do Guarda-Redes está a crescer. A terceira razão prende-se com ideias e metodologias, não existindo somente um caminho para o sucesso, os métodos para lá chegar podem ser discutíveis, mas serão sempre adaptados à realidade de cada um. A quarta (e última) razão está relacionada com algo que para mim é essencial. A melhoria diária com um objectivo de crescimento e evolução do Guarda-Redes. Se os Guarda-Redes são melhores, os Treinadores de Guarda-Redes terão também a ganhar com isso, porque afinal de contas o nosso trabalho está nas mãos deles: os Guarda-Redes.
Para concluir, é importante reter que num espírito aberto de partilha todos terão a ganhar, o Guarda-Redes terá a ganhar e por fim o Futebol terá a ganhar. Cada um tem a sua individualidade, ou seja, as suas características e formas de pensar e trabalhar. Há que respeitar, mas nunca deixar de reflectir sobre os porquês das coisas, porque, apesar de não haver uma fórmula ou segredo para o sucesso, podemos observar e reflectir sobre o trabalho de outro colega para nos fazer evoluir e crescer na nossa individualidade metodológica. Todos somos diferentes, mas ao mesmo tempo todos somos iguais, nem que seja porque TODOS SOMOS TREINADORES DE GUARDA-REDES.
Seguimos mais fortes!

Miguel Menezes



Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.