O outro lado do Clássico: Ederson vs Casillas

15:55

Quero começar este texto por dizer que sou um apaixonado por Futebol. E por Guarda-Redes ainda mais. Mais do que o próprio jogo de amanhã e toda a sua envolvência mediática, estou bastante curioso para ver as performances de dois dos melhores Guarda-Redes a actuar em Portugal: Ederson Moraes e Iker Casillas. Espero poder ver um bom espetáculo em ambas as balizas. Vou mais além: quero ver os Guarda-Redes a resolverem o jogo, pela positiva claro.
O tema de hoje vai ao encontro de uma temática que já abordei sucintamente num texto anterior: Idade vs Experiência. Apresento de seguida alguns dados dos intervenientes, sendo que, por uma questão de Educação, vou começar pelos mais velhos.
Iker Casillas, 35 anos, espanhol, actualmente no F.C. Porto, tendo feito quase toda a sua carreira ao serviço do Real Madrid. Segundo dados do site zerozero, Casillas tem cerca de 994 jogos em toda a sua carreira como Sénior.
Ederson Moraes, 23 anos, brasileiro, actualmente no Benfica, com passagens pelo Rio Ave e pelo Ribeirão. Segundo dados do site zerozero, Ederson tem cerca de 148 jogos na sua carreira como sénior.
Agora que sabemos o quanto já jogaram ambos os Guarda-Redes ao longo das suas carreiras nos Seniores, julgo ser importante levantar as seguintes questões:

A idade representa mais qualidade? A experiência traz mais qualidade? Ser mais velho implica maior experiência?
A idade não representa qualidade, nem maior nem menor, a meu ver não se relaciona. Como se ouve muitas vezes dizer, “a idade é só um número”.

A experiência traz mais qualidade?
Na minha opinião toda e qualquer experiência específica (treino e jogo), com a devida reflexão, pode se acumulada naquilo a que eu gosto de chamar o “Banco de Dados Mental”, algo que é próprio de cada pessoa e onde se encontrarão os erros, a forma como se lidou com os erros, as boas intervenções, os jogos decisivos, etc. Este tipo de experiência só por si não acrescenta qualidade, mas ajuda bastante na evolução/maturação do atleta, principalmente na parte emocional. Casillas disputou grandes dérbis ao longo de toda a sua carreira, essas experiências tornam-no mais preparado para o próximo jogo. Isto não quer dizer que o Ederson não está preparado, simplesmente a preparação do jogo é diferente.

Ser mais velho implica possuir maior experiência?
A meu ver, ser mais velho não implica ter maior experiência, uma vez que essa mesma experiência deve ser adquirida e advir de um contexto específico. No caso de Casillas, os jogos falam por si, são quase 1000, ao mais alto nível (em contextos de rendimento elevado). Ederson, apesar de não ser novato nos grandes jogos, tem pela frente um dos primeiros jogos em que pode realmente ajudar a decidir um campeonato.

Concluindo, grandes jogos implicam grandes executantes. Acredito que teremos um excelente espectáculo nas balizas do Estádio da Luz. 



Miguel Menezes
                                                                  


Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.